Bufete de Informaciones Especiales y Noticias
CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS METALÚRGICOS (CNM/CUT) - BRASIL

Trabalho Decente: terceirizados mobilizam-se na Mercedes-Benz ABC

Em São Bernardo do Campo, Comissão de Fábrica mobiliza e conscientiza trabalhadores terceirizados para o problema da precarização, que afeta metalúrgicos em todo o mundo. Nesta sexta, CUT realiza ato no centro de São Paulo.
Por Valter Bittencourt, Imprensa CNM/CUT

Informaciones de la CNM/CUT editadas en Rebanadas:

Rebanadas de Realidad - Brasil Metal Diário, São Paulo, 09/10/08.- Na manhã desta quinta-feira (9), os trabalhadores terceirizados na planta da Mercedes-Benz, de São Bernardo do Campo, participaram de um ato para promover a Jornada Mundial Pelo Trabalho Decente, em uma das atividades contra o trabalho precário realizadas no Brasil pela Confederação Nacional dos Metalúrgicos (CNM/CUT).

Valter Bittencourt

Valter Sanches, secretário-geral da CNM/CUT, fala a trabalhadores terceirizados na Mercedes-Benz

Vídeo: Assista aqui a mobilização dos terceirizados na Mercedes-Benz em São Bernardo

Leia ainda: 10 de outubro: Dia de Ação Mundial Contra o Trabalho Precário Campanha Mundial da FITIM: Trabalho Precário - problema de todos

As ações, que acontecem entre os dias 30 de setembro e 10 de outubro em todo o mundo fazem parte de uma campanha promovida pela Confederação Sindical Internacional (CSI) - e especificamente para os metalúrgicos, pela Federação Internacional dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas (FITIM). As assembléias de protesto dos trabalhadores contra o trabalho precário demonstram entre outras reivindicações, a luta por salários dignos, uma jornada decente, convênio médico e bons acordos de PLR, não só para aqueles que possuem vínculo direto com as empresas, mas também para os terceirizados.

Segundo o secretário-geral da CNM/CUT, Valter Sanches, o primeiro objetivo das empresas quando terceirizam, é se livrar do "problema" que é o trabalhador. E a saída para as grandes corporações, é a terceirização. Sanches, que é funcionário na Mercedes-Benz, diz que desde 1994 há um acordo de terceirização com a empresa em que qualquer ação que diz respeito a contratação de trabalhadores terceirizados deve ser discutido com a Comissão de Fábrica.

"Aqui, os terceirizados conquistaram direitos importantes, como por exemplo, a garantia de uma boa PLR, graças a este acordo que há entre a Daimler e a Comissão de Fábrica, que atua em defesa dos trabalhadores na empresa há 25 anos", disse.

Entre as conquistas da Comissão de Fábrica contra a precarização da mão-de-obra na Daimler, está a proibição da terceirização na atividade fim e o direito de representatividade sindical aos terceirizados que atuam na montadora.

Um dos membros da Comissão na Mercedes-Benz, Marcos Caetano, o Marquinhos, que é responsável pelos terceirizados, diz que a organização para a participação em atos como o ocorrido nesta quinta, só existe por conta do poder de luta da representação dos trabalhadores. "É difícil em outra fábrica, fazer uma assembléia como aqui, parando todas as empresas terceirizadas, trazer os companheiros para próximo da sede da Comissão de Fábrica e conversar com os trabalhadores. Isto em muitas empresas não existe, já que os companheiros podem ser punidos e até mesmo demitidos", afirmou.

CUT promove ato em São Paulo

No Brasil, em função do processo eleitoral, a CUT - Central Única dos Trabalhadores convoca a todos para atos unitários, principalmente nas capitais no dia 10 de outubro de 2008.

A CNM/CUT produziu a versão em português da Cartilha "Trabalho Precário - Problema de Todos", elaborada pela FITIM.

- Faça o download da Cartilha

Veja as reivindicações:

  • - Redução da jornada de trabalho sem redução de salário;
  • - Ratificação das Convenções 151 e 158 da OIT;
  • - Ampliação da oferta do primeiro emprego e de qualificação ao jovem;
  • - Garantia de emprego digno com carteira assinada;
  • - Respeito à organização sindical - com liberdade e autonomia;
  • - Combate ao trabalho infantil e escravo;
  • - Defesa da Previdência Publica e Universal;
  • - Igualdade de direitos para as mulheres e contra a discriminação de gênero, raça ou orientação sexual.
Brasil Metal Diário é o boletim eletrônico da Assessoria de Imprensa da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT. O SindLab é parte da estrutura do Laboratório Industrial Sindical Mercosul – União Européia, uma iniciativa dos sindicatos metalúrgicos do Cone Sul e da Europa. / Web

A CNM/CUT possui 96 Sindicatos de Trabalhadores/as Metalúrgicos/as filiados integrados a 7 Federações Estaduais ou Interestaduais de Metalúrgicos/as. Para consultar a lista de Federações e Sindicatos por estado clique no mapa abaixo: http://www.cnmcut.org.br/contFederacoes.asp / Valter Sanches es el Secretario General de la CNM-CUT.