Bufete de Informaciones Especiales y Noticias
SINDICATO DOS SECURITÁRIOS DO ESTADO DE SÃN PAULO - BRASIL

Dura realidade do transporte aéreo

Por Serafim Gianocaro (*)

Rebanadas de Realidad - Sindicato dos Securitários, São Paulo, 03/08/07.- Mais uma vez, a sociedade brasileira se entristece com outra tragédia aérea. Em menos de dez meses, o Brasil registrou as suas duas piores tragédias no setor aéreo. Em setembro de 2006, um Boeing da Gol se chocou com um jato Legacy e caiu no Estado de Mato Grosso, resultando na morte de 154 pessoas. E, infelizmente, no dia 17 de julho de 2007 - data que ficará para sempre marcada na história do país e, principalmente, na memória de centenas de famílias – um Airbus A-320 da TAM, que partiu da cidade de Porto Alegre rumo a capital paulista levando 186 pessoas, derrapou ao pousar na pista principal do aeroporto de Congonhas, atravessou a avenida Washington Luís e atingiu o prédio da TAM Express e um posto de combustíveis, causando incêndio de grande proporção.

Cerca de 200 pessoas foram vítimas do acidente do Airbus da TAM. Este desastre é o pior da história da aviação brasileira, e o mais grave dos últimos cinco anos no mundo. Teria sido falha humana ou mecânica? O que muito se comenta é a situação da pista de pouso que é bastante escorregadia e a reforma incompleta. Mas se a pista é escorregadia e, portanto, oferece péssima condição de aterrissagem, por que não evitar tragédias fechando o local e buscando soluções para tal problema?

Os brasileiros, e especialmente os familiares das vitimas do Vôo 1907 da Companhia Gol, ainda esperam respostas das autoridades em relação às causas do acidente. Até o presente momento, não se sabe o motivo pelo qual houve a tragédia em setembro de 2006. O que nossos representantes políticos estão esperando para tomarem as devidas providências? Os meses se passaram, as vidas se foram e ninguém sabe dizer o que ocorreu? Tudo isso é muito estranho!

Toda sociedade pergunta: O que está acontecendo com esta Nação? O que está faltando neste País? Será que é vergonha? Vergonha na cara? É, esta é a verdadeira realidade!

Estamos muito acostumados com a corrupção política, com as CPI’s, com os atrasos e vôos cancelados – quando não são cancelados, filas e muita bagunça nos aeroportos. Até quando teremos que suportar tamanha desordem nesse país? Onde estão os representantes políticos que só pensam em si mesmos e estão empenhados em desviar verbas dos cofres públicos? Porque eles não tomam uma atitude, no mínimo honesta, e honre o meu, o seu voto depositado a eles em dias de eleições?

Deixo aqui meu grande desabafo e repudio a esta situação. Impossível é se calar diante desta palhaçada! Nós, cidadãos brasileiros, trabalhadores e pagadores de impostos, queremos e necessitamos de respostas concretas! Não de desculpas esfarrapadas e mentiras! Que a justiça seja feita em nome desses que perderam suas vidas em mais um novo e trágico acidente aéreo brasileiro!

(*) Presidente do Sindicato dos Securitários do Estado de São Paulo.
El presente material se publica en Rebanadas por gentileza de Léia Hirosse, Jornalista responsable do Departamento de Comunicação Sindicato dos Securitários SP / Web - Correo
Rebanadas de Realidad - Envíenos sus comentarios e informaciones